Visite Meursault

 « Tea for two and two for tea »… Esta música te diz alguma coisa? Claro, Meursault evidente GérardOury e as cenas cultas da “Grande Vadrouille” exibidos em 1966. O filme deixou celebre o hotel da cidade com telhados e telhas envernizadas, vestígio de um antigo carro forte. Vilarejo de charme, Meursault é rico em patrimônio religioso , a Leproserie, um edifício romano magnífico reformado inteiramente na entrada do vilarejo, mas também a igreja Saint-Nicolas, tombada local Clunisie. Flanando no vilarejo, descubra os hotéis particulares, belas casas de negócio e de viticultores construídos com pedra calcária extraída das carreiras ao redor. 


 

Meursault em família

Ideal para um passeio lúdico e familiar, o caminho botânico do local de Saint-Cristophe revela magníficos mirantes no vinhedo e o vilarejo e explica o que são « os Climats da Borgonha ». 
 

Meursault, a Terra dos Grandes Vinhos Brancos

Os monges de Cîetaux não se enganaram, valorizando estas terras para as vinhas desde 1098. Vinho « ícone » do Chardonnay, o Meursault é proveniente de um terroir excepcional. « Eu preciso urgente de Meursault (…) é este que eu prefiro. » Thomas Jefferson, 3° presidente dos Estados Unidos. 
Pedindo um Meursault Gouttes d’Or 1784 de M.Bachey, T.Jefferson, um verdadeiro degustador, tinha entendido tudo sobre as especificidades da Borgonha : vilarejo, climat, safra e proprietário. 
 

Meursault & Castelos

Ao lado de várias vinícolas, o vilarejo conta também com vários castelos no meio das vinhas, tal como o elegante castelo de Meursault, então adegas do século 14 e 16, estão entre as mais belas da Borgonha, o pitoresco castelo da Velle com ares do castel medieval, sem esquecer o castelo hotel da Cuiellette, nas quais o terraços beiram o primeiro muro dado aos cistercienses em 1098.


 

Meursault em festas 

 Tradição obriga…Meursault exprime seu sentido da festa na ocasião  dos eventos onde misturam gastronomia, vinhos fino e música ! Em março, é a Banée, jantar convivial com os viticultores do vilarejo que abre o baile, em julho, o Festival musical « De Bach à Bacchus »faz rimar vinhos e música no centro do vilarejo e do seu patrimônio. Em novembro, a Paulée de Meursault, refeição que antes marcava o fim das víndimas, vem para encerrar, após a Venda de Vinhos dos Hospices de Beaune, Les Trois Glorieuses. Este almoço prestigiosos tem como ambiente o Castelo de Meursault e é a ocasião da premiação literária que recompensa um autor que trabalhu muito  pelos vinhos e a Borgonha.